Como fazer o clipping ser mais eficiente?

como-fazer-o-clipping-ser-mais-eficiente-6601.jpg

O clipping é o monitoramento de notícias veiculadas na imprensa sobre determinada marca, produto ou serviço. De maneira geral, é utilizar o que é divulgado por formadores de opinião para que as empresas entendam qual é a sua avaliação e imagem perante o público.

Mas essa técnica evoluiu durante os últimos anos. Se antes ela era limitada às buscas em jornais e programas de rádio e TV, hoje, com a internet, é preciso ter mais atenção para que nada importante seja perdido. Algumas dicas podem tornar o seu clipping mais eficiente, principalmente no mundo digital. Confira!

Escolha um método eficiente para clipagem

Durante o processo de clipagem, por mais conceituada que uma assessoria de imprensa seja, muitas notícias importantes acabam se perdendo, principalmente na internet, que possui uma enorme variedade de sites na mesma área.

Por isso, além de investir em uma boa ferramenta de monitoramento, o ideal é escolher um método de busca que se concentre nos veículos mais relevantes para determinada empresa. Por exemplo: uma empresa de tecnologia dificilmente encontrará qualquer citação sobre ela em um site esportivo.

É essencial encontrar uma metodologia que facilite o trabalho, como a busca por palavras-chaves, que tornam o processo mais rápido e eficiente do que uma busca geral.

Monitore diversos veículos de comunicação

Televisão e jornal impresso são as mídias mais tradicionais para clipagem. Porém, concentrar as buscas por notícias apenas nesses veículos e ignorar a internet é um erro. Hoje é quase impossível não encontrar um grande jornal que tenha um site com notícias replicadas da sua versão impressa e muitos outros conteúdos.

Além disso, a internet é o canal de comunicação favorito para mídias mais independentes e críticas, que não podem ser ignoradas. O ideal é monitorar tudo. Até mesmo os sites menos conhecidos e as redes sociais, que também costumam ser uma importante fonte de notícias. Essa é uma forma de agir mais rápido e prevenir situações de crise.

Repita o mantra “toda informação é bem-vinda”

Muitas assessorias acabam concentrando o seu clipping apenas em notícias positivas sobre os seus clientes. Toda empresa tem uma reputação que precisa ser monitorada diariamente, pois apenas uma informação errada ou uma crítica na internet pode desencadear uma crise enorme e mais difícil de ser controlada.

Qualquer informação, por pior que pareça, pode ser um impulso para a melhoria. Clipar notícias ruins é uma maneira de entender as reclamações e mostrar de que formas o seu cliente pode tentar melhorar a qualidade do produto oferecido — e reverter o quadro com uma resposta positiva ao público.

Faça um monitoramento diário

Não concentre o seu clipping apenas em períodos de lançamento ou quando releases são enviados à imprensa. Daí a importância de ter uma ferramenta ou empresa que autonomize o trabalho de monitoramento diário. Afinal, não é aceitável perder uma notícia importante porque o funcionário responsável pela clipagem estava ausente ou simplesmente “deixou passar”.

Diversifique a busca

Além de notícias que mencionam diretamente o seu cliente, faça uma busca mais resumida sobre assuntos do seu interesse e que podem ajudar a melhorar o andamento da empresa. Alerte-o também sobre o que a concorrência anda fazendo e como o seu cliente pode criar algo diferencial.

Compartilhe o que encontrar

Fazer clipping é um processo que não se encerra apenas na pesquisa. É preciso registrar e resumir as notícias. E o mais importante: utilizá-las para obter resultados futuros. Faça gráficos, relatórios, listas das reclamações e elogios frequentes e crie um sistema de alertas para situações que precisam ser resolvidas imediatamente, e aquelas que podem se converter em ações positivas para a empresa.

Salve as notícias on-line, digitalize as de veículos impressos e compartilhe com outros setores da empresa, como vendas e marketing. Uma boa estratégia é mostrar também ao público tudo o que de positivo está sendo dito sobre o seu cliente. Muitos sites, inclusive, mantêm uma aba exclusiva para compartilhar o seu clipping com os usuários. O importante é não deixar informações arquivadas, enquanto elas podem se reverter em lucro para quem você representa.

Gostou das dicas? Então que tal  tornar o seu clipping digital mais eficiente? Leia também o artigo: “Descubra o passo a passo certeiro para o monitoramento da concorrência!”.

Fale com um especialista em monitoramento »
Tópicos: Clipping Digital Monitoramento de Notícias Clipping clipagem