4 erros mais comuns de clipping que te fazem parecer um amador

O clipping é um trabalho executado por profissionais das áreas de comunicação, especialmente jornalistas com foco em assessoria de imprensa, que tem o objetivo de mapear tudo o que sai na mídia sobre determinada empresa ou o mercado em que ela está inserida. O clipping mostra a efetividade da assessoria de imprensa da companhia, apontando em quais veículos de comunicação a empresa aparece, contribuindo para a construção e fortalecimento da marca, além de evitar possíveis crises de imagem corporativa.

Fazer um bom clipping de notícias e informações de mercado não é tarefa fácil e pode consumir muito tempo dos profissionais responsáveis. Por isso, é fundamental investir em ferramentas que possibilitem um trabalho mais profissional, evitando amadorismos que podem prejudicar o desenvolvimento do serviço e a própria valorização da atividade.

Neste post, vamos falar dos erros mais comuns relacionados ao clipping na rotina de trabalho dos assessores de imprensa, além de dar dicas para evitá-los. Confira!

Tópicos: Clipping Digital Clipping Assessoria de Imprensa Assessor de Imprensa Assessora de Imprensa Clippin on-line

O que fazer para ter uma assessoria de imprensa de sucesso

Ter uma assessoria de imprensa de sucesso é um diferencial para qualquer tipo de negócio. Somente por meio dela será possível estabelecer práticas de comunicação efetivas, criadas a partir de um planejamento estratégico. Essas práticas devem ser pensadas para fomentar o relacionamento com os veículos de comunicação, gerar visibilidade, cultivar a comunicação rápida e clara com colaboradores, clientes, parceiros e fornecedores.

Fazer um bom planejamento de comunicação, contar com profissionais qualificados, monitorar os resultados são alguns dos fatores que te ajudarão a oferecer um serviço eficiente e com resultados excelentes. Quer aprender como melhorar a sua assessoria? Confira as dicas que preparamos para você!

Como contornar um problema por meio da gestão de crise?

Qualquer empresa está sujeita a passar por crises. Ainda assim, as adversidades chegam de modo inesperado e atingem todos os negócios. Por isso, é preciso estar preparado para agir sempre que necessário e possível.

A chamada gestão de crise deve começar muito antes do problema, isto é, quando sequer há “sintomas” de um futuro contratempo. Mas, afinal, o que é uma crise? O professor da Universidade de Harvard, Richard Luecke, define da seguinte forma:

Uma crise é uma mudança — seja repentina ou gradual — que resulta em problemas urgentes que devem ser abordados imediatamente. Para uma empresa, uma crise representa qualquer coisa com potencial para causar danos súbitos e graves a seus funcionários, a sua reputação ou a seu resultado financeiro.

Sabemos a importância desse assunto e, por isso, preparamos este post. Vamos falar sobre as principais fontes de crise, como agir diante dela e como evitá-la, indicando as ferramentas mais adequadas para isso. Acompanhe:

Tópicos: Monitoramento de Notícias Gerenciamento de Crise Monitoramento de conteúdo Gestão de Crise