Monitoramento da concorrência: por que você precisa fazer

office-1209640.jpg

Um método muito útil e relativamente simples para auxiliar no sucesso do seu negócio é o monitoramento da concorrência. Ele funciona como uma identificação de tendências de comportamento das empresas que disputam pelos mesmos clientes que você. Para não ficar para trás, entenda  por que  o monitoramento da concorrência é uma tática que gera excelentes resultados para o seu negócio.

Por que fazer o monitoramento da concorrência

A primeira razão pela qual você deve fazer o monitoramento é que é fundamental entender como funciona o mercado onde está inserido o seu negócio. Observe as melhores práticas, as tendências e os riscos. Identifique também as lacunas que ainda precisam ser preenchidas, os problemas mais comuns e as carências dos seus consumidores. Levantar tais informações é crucial para que você saiba com o que está lidando e como apresentar inovações para a sua empresa..

O segundo motivo para tornar o monitoramento da concorrência uma prática constante é que, observando o comportamento das outras empresas, você consegue elaborar táticas mais precisas de precificação e de atendimento aos clientes. Elimine as chances de estabelecer preços muito abaixo ou acima da média e também evite desapontar os seus clientes ao fazer um monitoramento de qualidade.

Por exemplo: se uma empresa do ramo faz uma promoção espetacular, surpreendente, com o monitoramento em mãos, você saberá como responder a essa estratégia com mais brevidade.

Em outras palavras, você diminui potencialmente as chances de cometer os eventuais erros dos concorrentes, considerando os exemplos apreciados nas suas estratégias competitivas. Com isso, o seu planejamento produtivo se torna mais qualificado.

Como monitorar a  concorrência de forma adequada

A forma ideal de se fazer um monitoramento com qualidade é observar ao menos os líderes de nicho de mercado no qual seu empreendimento se encontra. Também é interessante estar por dentro do comportamento de grandes corporações, ainda que não sejam concorrentes diretos, para que você se mantenha sempre atualizado em relação às boas práticas comerciais.

Procure investigar como se dá a relação das empresas com o público-alvo. Está dando certo? Como foi feito? O público comprou a ideia do negócio? Se sim ou não, por quê? Enfim, ter essas respostas em mãos é o básico para desenvolver um bom monitoramento.

Existem diversas ferramentas que podem te auxiliar nesse processo. Visite conferências, leia os blogs institucionais dos concorrentes, procure por softwares de monitoramentos, fique atento ao noticiário — especialmente em momentos de crise, como o atual — e às mídias sociais. Explore a fundo esses instrumentos e comece a se familiarizar agora mesmo! Como dissemos, esteja sempre um passo à frente!

Quando fazer

O ideal é identificar as movimentações da concorrência. A frequência ideal dependerá do seu nicho de mercado. No entanto, fique atento às novas investidas que aparecem na área. Confira também o surgimento de startups e de micro empreendimentos no mesmo ramo que o seu.

É muito comum que novas empresas apostem em diferenciais para crescer em um mercado já desenvolvido. Normalmente, como você deve saber, esses recém-empreendedores costumam fazer grandes relatórios e estudos sobre o mercado antes de entrar na competição.

Faça o mesmo! Essa é uma das chaves para o sucesso sustentável do seu negócio. Quando uma nova tendência surgir, quando um concorrente estabelecer uma promoção ou um novo produto, esteja pronto para fazer o seu monitoramento e agir com rapidez.

Viu como o monitoramento da concorrência pode ser um diferencial para a sua empresa? Ficou com alguma dúvida? Deixe o seu comentário para que possamos te ajudar!

Fale com um especialista em monitoramento »