O papel do monitoramento de notícias no gerenciamento de crise

o-papel-do-monitoramento-de-noticias-no-gerenciamento-de-crise14065.jpg

Seja na web ou nos veículos de comunicação tradicionais, qualquer empresa pode protagonizar situações complicadas, como casos de denúncias e de vazamento de informações. E com a popularização dos dispositivos móveis e o consequente acesso facilitado à internet, o monitoramento de notícias se tornou uma ferramenta mais do que necessária para as companhias que querem manter uma boa imagem no mercado.

A seguir, veja como ele pode ajudar no gerenciamento de crise:

A previsão de conflitos

Em algumas situações, a área de comunicação e de marketing de uma organização pode prever certos tipos de problemas. Com o monitoramento de notícias, é possível acompanhar o surgimento de um conflito que, se não for controlado e resolvido, pode gerar repercussão negativa e até uma crise.

Quando a empresa identifica um foco de conflitos ou de notícias ruins para a marca, ela pode atuar de modo a expressar o posicionamento da organização. Dessa forma, a empresa pode “cortar pela raiz” um boato e, assim, evitar a proliferação de informações distorcidas.

O suporte no gerenciamento de crise

O gerenciamento de crise consiste em um conjunto de estratégias para preservar a imagem institucional de uma organização, bem como as finanças do negócio. Como a empresa pode ser pega de surpresa com a divulgação de informações desfavoráveis à marca, é necessário criar um plano de gerenciamento de crise. Por exemplo: definir quem será o porta-voz da organização em casos críticos.

Nesse sentido, o monitoramento de notícias pode ser um excelente suporte de informação para os executivos da empresa por oferecer subsídios para tomadas de decisões e para fundamentar o posicionamento da comunicação da empresa para os stakeholders (públicos de interesse).

A preparação de respostas

No gerenciamento de crise, é comum as empresas atuarem em várias frentes. Também é normal haver informações desencontradas ou incompletas nesses períodos problemáticos.

Como nem sempre ela poderá enviar uma resposta customizada para cada veículo de comunicação, com rapidez, o monitoramento de notícias servirá para que a assessoria de imprensa identifique os principais pontos discutidos na crise.

Dessa forma, ao agrupar dúvidas e questionamentos, a área de comunicação poderá elaborar e só depois disso enviar uma resposta padronizada que atenda às principais demandas do público e da mídia.

A avaliação de cenário

Algumas crises duram dias, meses ou até anos, com repercussões em diferentes regiões geográficas e em diversas instituições. Mesmo que a organização se posicione diante dos conflitos, é necessário avaliar o cenário para saber se as medidas surtiram algum efeito.

Para tanto, o monitoramento de notícias é um ótimo recurso para que a empresa avalie a evolução da crise. Empresas de grande porte, com atuação em vários pontos do país, por exemplo, podem identificar em quais veículos há mais foco de disseminação de notícias negativas e com isso, tomar ações pontuais para minimizar os danos à marca.

A empresa onde você atua tem algum plano de gerenciamento de crise? Ela usa o monitoramento de notícias para essa tarefa? Compartilhe a sua experiência em nosso campo de comentários ;)

Fale com um especialista em monitoramento »
Tópicos: Monitoramento de Notícias Assessoria de Imprensa Assessor de Imprensa Gerenciamento de Crise Crise