Veja como uma dieta de informação pode te ajudar profissionalmente

Hoje em dia, somos bombardeados por uma imensa quantidade de informações, fazendo com que nos sintamos, muitas vezes, saturados. Porém, isso não é culpa das notícias, e sim do relacionamento que travamos com elas. É aí que a dieta da informação torna-se fundamental para o profissional que deseja estar ciente de tudo que é importante para ele e para sua empresa.

Mas, afinal, como aplicar um conceito ligado à saúde e à forma física no mundo dos negócios para melhorar a sua performance profissional? É o que veremos no post de hoje.

O que é a dieta da informação

Crescemos ouvindo e lendo a mesma coisa: informação é poder. Por isso, cada vez mais nos esforçamos para aprender e apreender o máximo que conseguimos. Jornais, revistas, rádios, sites, redes sociais…passamos horas lendo e ouvindo na esperança de entender as novidades. E sempre falhamos em compreender tudo o que nos é transmitido.

O primeiro ímpeto é culpar o autor ou o canal no qual o conteúdo é veiculado. Procuramos diversas fontes diferentes e, ainda assim, o resultado não é satisfatório. É nesse círculo vicioso que acabamos perdendo tempo e estourando os prazos para o desenvolvimento pleno de nossas tarefas. O que era para ser a solução acaba sendo mais um problema.

A intenção é pensar exatamente como pensamos na hora de fazer uma dieta. A nossa cabeça precisa mudar o foco em relação às notícias, assim como em uma dieta para perder — ou ganhar — peso. Trata-se de escolher a informação relevante em vez de simplesmente sair consumindo qualquer matéria. Controlar a qualidade e quantidade das porções.

A importância de ter foco

Ao pegarmos um jornal de grande circulação vemos que existem diversas sessões — policial, política, economia, cultura, viagens, esportes etc. Assim como ninguém lê os classificados sem ter alguma necessidade, nem todas as matérias dos cadernos são fundamentais para o leitor.

Na internet é a mesma coisa, só que numa escala muito maior. É necessário um radar, foco e objetivos definidos para saber escolher o que é relevante para você e para fazer sua empresa se destacar. A dieta da informação vem exatamente ao encontro dessa necessidade de se manter informado sobre os assuntos que envolvem o seu mercado.

Relevância é poder

Para fazer uma dieta da informação efetiva, muitas vezes, é interessante utilizar recursos tecnológicos para ajudar. Nos dias atuais, por exemplo, quando queremos perder ou ganhar peso, existe uma série de aplicativos eficazes que podem te ajudar a contabilizar as calorias de cada alimento ingerido e dar dicas de qual a melhor dieta a seguir.

Também é assim que funciona na hora de buscar mais produtividade no consumo de informações. Podemos — e devemos — lançar mão da ajuda de ferramentas que auxiliem na pesquisa, captação e organização do material relevante para sua vida profissional (e até pessoal). Desse modo, é possível filtrar o conteúdo na busca pelo essencial, permitindo que você e sua empresa fiquem atentos ao posicionamento da marca e, inclusive, à concorrência.

Se essa é a sua necessidade, que tal entrar em contato conosco, do NewsMonitor? Juntos, podemos pensar em um plano que ajude você a realizar uma dieta da informação adequada para suas necessidades. 

Gostou da postagem de hoje? Deixe suas dúvidas e sugestões nos comentários!

Fale com um especialista em monitoramento »
Tópicos: Informação Software de Notícias Monitoramentos Clipping Digital Clipping Notícias de Mercado